© Divulgação/Hospital de Base Divulgação/Hospital de Base

Cinco dias após dar à luz sua filha Vitória, a fonoaudióloga Natália da Cruz, de 28 anos, começou a se sentir mal e voltou para o hospital. Lá, descobriu que estava com leucemia e foi transferida para o Hospital de Base de Rio Preto para dar início ao tratamento.

Isolada na UTI, ela não pôde entrar em contato com a filha por um mês. Percebendo a tristeza da nova mãe, que não pôde conviver com a filha em seu primeiro mês de vida, o hospital promoveu um reencontro muito lindo.

Acompanhada de Wedmir, seu marido, Natália ficou um mês sem contato com o mundo externo, vendo a filha apenas por vídeos ou fotos.

Vitória nasceu no dia 20 de setembro em um hospital na cidade de Votuporanga, no interior de São Paulo — quando a mãe foi transferida para Rio Preto, a pequena ficou sob os cuidados dos avós.

Divulgação/Hospital de Base
© Divulgação/Hospital de Base Divulgação/Hospital de Base

Por cerca de uma hora, a fonoaudióloga ficou com a filha no colo e até deu mamadeira para ela. O encontro emocionante aconteceu no jardim do Hospital de Base e foi acompanhado por uma equipe.

Divulgação/Hospital de Base
© Divulgação/Hospital de Base Divulgação/Hospital de Base

A ideia de levar Vitória para fazer uma visita partiu das equipes da Hematologia que cuidam de Natália. Vendo a angústia da mãe por estar longe da filha, os especialistas sugeriram um breve encontro entre as duas após o término da primeira etapa de quimioterapia.

Divulgação/Hospital de Base
© Divulgação/Hospital de Base Divulgação/Hospital de Base

A mamãe ficou muito feliz e emocionada ao rever a filha, já que elas foram separadas quando a bebê tinha apenas cinco dias de vida.

Agora, Natália se prepara para as próximas fases do tratamento, fortalecida pelo encontro com sua filhinha.

VIA: VIX

DEIXE UMA RESPOSTA

*

code