Movidos à energia elétrica ou com motores híbridos, esses carrões foram os grandes destaques do Salão de Frankfurt, cujo tema foi New Mobility World
(Mundo da Nova Mobilidade), confirmando o que muita gente esperava há muito tempo: essa onda de bólidos “conscientes” realmente veio para ficar!

Foram fabricadas apenas 63 unidades deste modelo híbrido da montadora italiana. Com 819 cavalos de potência, ele consegue atingir os 100 km/h em 2,8 segundos e velocidade máxima de 350 km/h, graças à união de seus dois motores – um a combustão, com 785 cavalos e outro elétrico, que gera 34 cavalos adicionais. Isso mostra que seu nome não foi escolhido à toa: Sián significa “relâmpago” em um dialeto bolonhês. O design futurista também foi pensado para ajudar na aerodinâmica do bólido. Com design futurista e agressivo, ele possui faróis em formato de Y e seis lanternas de LED que seguem os formatos hexagonais que são assinatura da marca. O teto, chamado pela Lamborghini de Periscopo, forma uma coluna que vai até a tampa traseira do motor, contribuindo para a aerodinâmica do veículo.

Vision EQS, da Mercedes Benz

A montadora alemã apresentou um dos modelos que mais chamaram a atenção do público durante o Salão de Frankfurt, pena que ainda não se tenha previsão de quando ele será lançado. O carro conceito esportivo Vision EQS possui dois motores elétricos, que são posicionados nos dois eixos para ter tração integral. Juntos, eles geram 476 cavalos de potência e permitem que o carro atinja 100 km/h em cerca de 4,5 segundos e que sua velocidade máxima fique acima dos 200 km/h. Sua autonomia é surpreendente – 700 km – e é possível carregar até 80% da bateria em apenas 20 minutos em uma tomada de 350 kW. Como se não bastasse tudo isso, o Vision EQS também atrai pelo seu design futurista, com direito a 188 lâmpadas de LED que vão das laterais até o capô e outras 299 que contornam toda a traseira, além de faróis que permitem diferentes configurações de iluminação.

Taycan, da Porsche

Esse é o primeiro modelo 100% elétrico da montadora austríaca, que já nasce com duas versões: a Turbo e a Turbo S, ambas equipadas com dois motores elétricos de alto rendimento. O Taycan Turbo possui 68 cavalos de potência, o que permite que atinja 100 km/h em 3,2 segundos. Já o Taycan Turbo S precisa apenas de 2,8 segundos para atingir 100 km/h, graças aos seus 760 cavalos de potência. A autonomia dos dois modelos é muito boa: 412 km para o Turbo S e 450 km para o Turbo, sendo que os dois usam bateria de íons de lítio com capacidade de 93,4 kWh. Esse carrão vem com sistema de 800 V para carregamento e leva apenas 5 minutos para ter 100 km de autonomia. Mas, para carregar a carga total, no entanto, em uma tomada comum, ele demora de 6 a 8 horas. Segundo a montadora, a pré-venda no Brasil desse modelo está prevista para o primeiro semestre de 2020, com entregas agendadas para a outra metade do ano.

VIA: Gowhere | Por Leila Malzone

DEIXE UMA RESPOSTA

*

code