Certamente, colocar uma bugiganga com quilates apropriada em sua meia seria um toque agradável (ou, digamos, um clipe de dinheiro gravado no dele). Mas este ano, por que não abraçar o espírito do momento – aquele que coloca a experiência antes das coisas – e encher a meia do seu favorito com o consumível que ele ama? Garrafas inteiras seriam um pouco estranhas, é verdade. Porém, mais e mais vinícolas estão solucionando esse problema engarrafando alguns de seus melhores vinhos em frascos (375 ml), perfeitos para dobrar (e compartilhar). As vantagens se acumulam, e não menos importante é que esses minis são tão fofos. Eles mantêm o compromisso mínimo – não é necessário abrir uma garrafa inteira (isso pode até ser uma indulgência individual). E o melhor de tudo: o vinho envelhece mais rápido em pequenos formatos; esses bebês podem ter amadurecido até agora e você pode estourar as rolhas antes de sair da cama na manhã de Natal.

DEIXE UMA RESPOSTA

*

code