Com a ideia de trazer mais tempero ao ramo de congelados, os sócios Luciano Touguinha e André Galante, o chef da dupla, criaram em 2019 a Orgânico Gourmet, uma start up especializada em comida ultracongelada feita somente com insumos orgânicos. A empresa acaba de chegar ao Rio através da fusão com a Keep Light, que já operava no mercado carioca com marmitas para quem quer emagrecer e, principalmente, manter o peso depois da dieta.

De acordo com Touguinha, o diferencial da sua marca está na tecnologia de ultracongelamento, que preserva os sabores, texturas e nutrientes dos alimentos como se eles tivessem sido preparados na hora, entre outros benefícios.

– Ela promove um choque térmico no alimento assim que ele sai do fogo, eliminando o risco de proliferação de bactérias. E o congela por completo em 15 minutos em média. Assim, não dá tempo de se formar os cristais de gelo que, ao degelar, acabam por desidratar o alimento, alterando a textura – conta Touguinha, CEO da Orgânico e Gourmet.

Pridutos da marca são feitos exclusivamente com insumos orgânicos Foto: Divulgação
Pridutos da marca são feitos exclusivamente com insumos orgânicos Foto: Divulgação

Mas esta, ele conta, é só a etapa final de um processo todo artesanal. Touguinha acrescenta que o foco da Gourmet Orgânico é o sabor.

– O mercado já é repleto de marcas oferecendo comida congelada saudável. Nós quisemos ir além. Focamos no tempero para uma experiência prática, mas prazerosa. E trouxemos um toque gourmet às receitas usando técnicas de alta gastronomia.

Para isso, a cozinha é supervisionada por Galante, o sócio, chef tarimbado que trabalhou com Alex Atala e Erick Jacquin antes de comandar alguns dos principais serviços de bufê da capital paulista, como Charlô, Neka Gastronomia e Balsamico. Seu cardápio traz cinquenta sugestões, divididas por categorias como carnes, aves e receitas veganas ou vegetarianas. Os pedidos são feitos pelo site da companhia, onde ainda é possível pesquisar usando filtros como gourmet, low carb, sem lactose e fit.

Entre os campeões de pedidos estão a lasanha de abobrinha e berinjela ao pomodoro (R$ 25,90), o picadinho com páprica e arroz de brócolis (R$ 29,90) e o parmegiana de frango com brócolis e palmito pupunha grelhado (R$ 29,90). A marca, que em 2020 faturou dez vezes mais do que em 2019 – resultado em grande parte impulsionado pela pandemia – produz 40 mil pratos por mês e entrega em toda a cidade do Rio e de Niterói.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

*

code